Monday, September 21, 2009

Megalomania Pernambucana II e o bairrismo gaúcho

No poste anterior eu coloquei um texto da megalomania pernambucana, isto é, o quanto os pernanbucanos se acham e valorizam sua terra. Dando uma passeada no youtube eu encontrei um vídeo desse texto, na verdade, existe uma penca de vídeos sobre o tema. Entre tantos eu escolhi um para por aqui. A música de fundo do vídeo é o Hino de Pernambuco cantado por Alceu Valença, Domiguinhos e outro que eu não sei quem é, quem souber diz aí.
Vale a pena ver até o final. Abaixo do vídeo segue a letra do hino pernambucano.

Mudando do Nordeste pra o sul, do tempo bom (warm) na maior parte do para tempo frio (cold) ou quente (hot). De Pernambuco para o Rio grande do Sul... :D
Essa a semana passada foi a chamada semana farroupilha, onde se comemora a revolução farroupilha. E ontem, dia 20, foi o ápice das comemorações, sendo feriado estadual. Apesar de não ter acontecido aquilo que a revolução queria, a independência da região, os gaúchos se orgulham de ela ter ocorrido. Coisa que não é tão forte, por exemplo, entre os pernambucanos em relação as revoluções ocorridas no estado, tais como Guerra dos Mascates em 1710 (onde foi falado de República pela primeira vez no Brasil), Revolução Praieira em 1848 e a principal delas a Revolução Pernambucana em 1817. Todas com o objetivo de independência da região. O que não perdurou por muito tempo, infelizmente e felizmente. Para saber mais da historia de Pernambuco visite o site Memorial Pernambuco.

Eu fui num acapamento farroupilha para ver como era, no sábado 19. Foi legalzinho. Os gaúchos são bem bairristas, eles sabem o hino do estado, digo boa parte deles. Eles também sabem da história do estado, digamos mais do que a maioria das pessoas dos outros estados sabem da história dos seus estados. Isso é um problema de média hehehehehe. Se calcularmos a média das pessoas que sabem da história do seu estado os rio grandenses do sul (gaúchos) tem a maior média entre as dos outros estados do Brasil.

Por está nessa esfera de exaltação história, cultural e tudo mais desses estados, logo após ao hino de Pernambuco segue o hino do Rio Grande do Sul, o qual agora está fazendo parte da minha história. Com isso tudo acompanha minha gratidão por ter sido recebido tão bem por pessas tão boas. E fico feliz de está aqui. Aqui também é Brasil e isso me orgulha!

Vídeo Megalomania Pernambucana




Hino de Pernambuco

"Salve! Oh terra dos altos coqueiros!
De belezas soberbo estendal!
Nova Roma de bravos guerreiros
Pernambuco, imortal! Imortal!

Coração do Brasil! em teu seio
Corre o sangue de heróis - rubro veio
Que há de sempre o valor traduzir
És a fonte da vida e da história
Desse povo coberto de glória,
O primeiro, talvez, no porvir.

Esses montes e vales e rios,
Proclamando o valor de teus brios,
Reproduzem batalhas cruéis.
No presente és a guarda avançada,
Sentinela indormida e sagrada
Que defende da Pátria os lauréis.

Do futuro és a crença, a esperança,
Desse povo que altivo descansa
Como o atleta depois de lutar...
No passado o teu nome era um mito,
Era o sol a brilhar no infinito
Era a glória na terra a brilhar!

A República é filha de Olinda,
Alva estrela que fulge e não finda
De esplender com seus raios de luz.
Liberdade! Um teu filho proclama!
Dos escravos o peito se inflama
Ante o Sol dessa terra da Cruz!"

A letra foi escrita por Oscar Brandão e a música é de autoria de Nicolino Milano


Hino do Rio Grande do Sul

Como a aurora precursora
do farol da divindade,
foi o Vinte de Setembro
o precursor da liberdade.

Estribilho:
Mostremos valor, constância,
nesta ímpia e injusta guerra,
sirvam nossas façanhas
de modelo a toda terra.

Mas não basta pra ser livre
ser forte, aguerrido e bravo,
povo que não tem virtude
acaba por ser escravo.

Letra: Francisco Pinto da Fontoura (mais conhecido pela alcunha de Chiquinho da Vovó)
Música: Comendador Maestro Joaquim José de Mendanha
Harmonização: Antônio Corte Real

Sunday, September 13, 2009

Megalomania Pernambucana

Quando eu cheguei aqui no Rio Grande do Sul foi fácil de perceber que o Rio Grande do Sul e os gaúchos eram as coisas mais mais do Brasil e do mundo, por eles mesmos - é claro euheuheueh. Mas analisando bem eles nem são tanto assim. Existe um, um povo que é mais, mais mais, mais mais que eles. E eles são... os pernambucanos!!! Euehueheuheuh

Eu vi um texto no perfil do orkut de um amigo meu, o qual descreve muito bem essa característica pernambucana. Ao ler esse texto não tem como não ter os olhos embebidos de lágrima e sorrir orgulhosamente. Sem muitos comentários eis o texto...


Ser Pernambucano é:
Ser acusado justamente de que somos os mais megalomaníacos dos brasileiros e de estarmos no topo de um tal de IGPM -Índice Geral de Pouca Modéstia.
Ter a mania de dizer que tudo daqui é melhor! (e não é mesmo??)
Dizer de boca cheia que o Shopping Center Recife é o maior da América Latina.
Falar também que o Chevrolet Hall é a maior casa de show da América Latina.
Ter a maior avenida em linha reta do mundo, a Avenida Caxangá, no Recife.
Ter a maior feira ao ar livre do mundo, a Feira de Caruaru.
Ter também o maior teatro ao ar livre do mundo – Nova Jerusalém, no município de Fazenda Nova, onde é encenada na Semana Santa o espetáculo A Paixão de Cristo.
Ter a mais antiga sinagoga da América Latina que fica no bairro do Recife, situado na ilha de Santo Amaro (Sem falar que foram judeus recém-saídos do Recife que migraram para os Estados Unidos e ali fundaram Nova York).
Estar convencido de que é aqui em Recife que os rios Capibaribe e Beberibe se juntam e formam o Oceano Atlântico!!! (Essa é a melhor euheueheuh)
Achar a Torre de Cristal do Brenannd a obra de arte mais bonita do mundo.
Ter o maior paraíso do mundo e poder dizer com todas as letras: Fernando de Noronha é NOSSA!
Saber que Recife é um dos grandes pólos de informática e de medicina do Brasil.
Saber que o Galo da Madrugada é o maior bloco carnavalesco do mundo (conduz mais de 1,5 milhão de pessoas nas ruas do Recife), de acordo com livro dos recordes.
Ter orgulho do nosso São João que é o maior e melhor do universo.
Ter o Diário de Pernambuco como o jornal mais antigo da América Latina.
Saber que a 1ª emissora de rádio da América Latina é a Rádio Clube de Pernambuco, que tem como slogan ‘Pernambuco falando para o mundo’.
Dizer que Olinda se transformou recentemente na Capital Cultural do Brasil.
Estudos da Fundação Getúlio Vargas, que aponta as características econômicas de cada região, mostram que somos mais eficientes no comércio (influência dos Holandeses?!).
Passar um tempo fora, chegar na capital e cantar: ‘Voltei Recife, foi a saudade que me trouxe pelo braço, quero ver novamente Vassouras na rua passando, tomar umas e outras e cair no passo...’.
Ah... Fazer a maior festa de forma bem calorosa, ao encontrarmos um conterrâneo em outro estado ou país. (Isso é verdade.)
Morar em outro estado ou país e não perder o sotaque pernambuquês. (Isso é o máximo.)
É encher o peito pra cantar: ‘... Eu sou mameluco, sou de Casa Forte, sou de Pernambuco, eu sou Leão do Norte... ’.
É ser original, alegre, receptivo e solidário. É você perguntar onde fica o local tal e ser bem orientado por qualquer pernambucano. (Isso é sensacional.)
É valorizar a cultura popular, apreciar suas belas praias, é ser um cabra da peste!!!
É ser muito sortudo por nascer numa terra tão linda como essa.
E fazer qualquer coisa por um taquinho de rapadura e/ou queijo coalho quando reside fora de Pernambuco.
Se você reside fora do estado, é recomendar aos filhos que omitam o fato de serem pernambucanos para não humilhar os colegas. (euheuheuehueueheuh)
É se arrepiar com o nosso hino como se fosse o hino nacional, é usar nossa bandeira com todo orgulho , é saber a riqueza de nossa história...
Ir ao Recife antigo e poder constatar todo aquele patrimônio arquitetônico.
Acreditar que Recife é mesmo a ‘Veneza Brasileira’.
Amar as pontes e Rios do Recife.
E as praias?? Boa Viagem, Piedade, Candeias, Gaibu, Paraíso, Calhetas, Carneiros, Porto de Galinhas,... aff véi, é muita praia linda.
É sabermos da nossa importância na construção da história desse país, da nossa identidade cultural. Do nosso passado fundiário, dos nossos engenhos de açúcar.
É saber que é pernambucano(a)!


Muito bom, muito bom esse texto. Como diria um amigo meu: só não chora quem não tem coração.

Peace on you!!!
o/

Thursday, September 03, 2009

Linguística Ladroeira

Mudar para uma região diferente daquela que se viveu toda a vida traz uma percepção de diferenciamento cultural, linguístico e tudo mais impressionante. Principalmente nos três primeiro meses, depois vai se acostumando, coisa que tenho resistido. Quero manter o máximo pernambucanidade onde estiver. Tudo isso é uma experiência de vida extraordinária. Quero aproveitar o máximo.

Essa semana eu li um email enviado por uma colega que fala justamente da diferença linguística das regiões do Brasil. Eu por ser de uma e está em contato com pessoas de outras três regiões descritas - gaúcho, baianos e cariocas - morri de rir quando estava lendo o email e na mesma hora pensei... tenho que colocar isso no blog. Rir da diferença linguística é o que eu tenho mais feito aqui, principalmente dos gaúchos. É.. de vez em quando eles riem de mim também. Bom leia o texto abaixo e veja quão engraçado é o nosso Brasil.


ASSALTANTE NORDESTINO

Ei, bichim...
Isso é um assalto...
Arriba os braço e num se bula, num se cague e num faça mungango...
Arrebola o dinheiro no mato e num faça pantim, senão enfio a pexêra no
teu bucho e boto teu fato pra fora...
Perdão meu Padim Ciço, mas é que eu tô cum uma fome da mulésta.

ASSALTANTE BAIANO

Ô meu rei... (pausa)
Isso é um assalto...(longa pausa)
Levanta os braços, mas não se avexe não... (outra pausa)
Se num quiser nem precisa levantar, pra num ficar cansado...
Vai passando a grana, bem devagarinho (pausa pra pausar)
Num repara se o berro está sem bala, mas é pra não ficar muito pesado.
Não esquenta, meu irmãozinho, (pausa)
Vou deixar teus documentos na encruzilhada.

ASSALTANTE MINEIRO

Ô sô, prestenção... isso é um assarto, uai.
Levanta os braço e fica quetin quêsse trem in minha mão tá cheim de bala....
Mió passá logo os trocado que eu num tô bão hoje.
Vai andando, uai! Tá esperando o quê, uai!

ASSALTANTE CARIOCA

Seguiiiinntche, bicho ...
Tu te ferrou, mermão. Isso é um assalto. Perdeu, perdeu!
Passa a grana e levanta os braços, rapá.
Não fica de bobeira que eu atiro bem pra caralho...
Vai andando e se olhar pra trás vira presunto.

ASSALTANTE PAULISTA

Ôrra, meo...
Isso é um assalto, mano
Levanta os braço aí, mano....
Passa a grana logo, mano.
Mais rápido, meu, que eu ainda preciso pegar a bilheteria aberta pá comprar o ingresso do jogo do Curintia, meo ...
Pô, se manda, mano...

ASSALTANTE GAÚCHO

Ô guri, ficas atento...
Bah, isso é um assalto.
Levanta os braços e te aquieta, tchê!
Não tentes nada e cuidado que esse facão corta uma baaaaarbaridade, tchê.
Passa os pila prá cá!
E te manda a la cria, senão o quarenta e quatro fala.

ASSALTANTE LÁ EM BRASÍLIA

Querido povo brasileiro, estou aqui no horário nobre da TV para dizer
que no final do mês, aumentaremos as seguintes tarifas:
Energia, Água, Esgoto, Gás, Passagem de ônibus, Imposto de Renda,
Licenciamento de veículos, Seguro Obrigatório, Gasolina, Álcool, IPTU,
IPVA, PI, ICMS, PIS, COFINS, CPMF, ETC.


Eu ri muito com o nordestido o baiano e os de Brasília (essa de tá um tanto desatualizado. Eles estão muito piores e descarados.). Os dois primeiros são os melhores. Não sei o porquê.

Peace on you!